Fale Conosco

INTRODUÇÃO

A obtenção de alimentos de alta qualidade com o custo menor tem feito parte da evolução do homem.
Aumentar a produtividade sem crescer as áreas cultivadas ou de criação, reduzir desperdícios ou utilizar integralmente as matérias primas, fazem parte dessa história.
Em diversos processos industriais existem como parte da produção principal a ocorrência de sub produtos de considerável valor agregado, quer na sua forma natural, quer na potencialidade de seus componentes.
A agroindústria destaca-se na produção de resíduos nobres apresentados sob a forma de bagaços, farelos, polpas, ossos, visceras, penas, entre outros.
Em nosso particular interesse estão os resíduos provenientes da fabricação de cerveja, os bagaços de malte, conhecidos popularmente como cevada.

CARACTERÍSTICAS

Denomina-se bagaço de cevada o resíduo sólido resultante da fase inicial do processo de fabricação de cervejas, retirado do mosto por meio de filtro prensa.
Apresenta-se na forma de cascas ou de farelo, com umidade ao redor de 80%.
É rico em proteínas brutas (PB) na média de 25%, possui alto teor de fibras brutas (FB) na média de 20% e índice de nutrientes digestíveis totais (NDT) de 74% comparáveis a alimentos tradicionais como o farelo de trigo ou o milho desintegrado com palha e sabugo entre outros.
Estima-se uma disponibilidade no Brasil que ultrapassa a 2.000.000 de toneladas/ano.

Na tabela a seguir comparamos o bagaço de malte com o outros resíduos e cereais utilizáveis na alimentação de animais em especial os bovinos.

MS PB FB NDT Ca P
Bagaço de malte 22.0 25.0 20.0 74.0 0.34 0.35
Bag. malte Desidratado 90.0 28.0 20.0 80.0 0.34 0.50
Milho 88.0 10.0 2.3 83.6 0.02 0.42
Milho inteiro pelet. 91.0 9.0 21.0 63.0 0.50 0.24
Soja (Casca) 90.0 39.0 13.0 64.0 0.60 0.17
Aveia 88.0 11.6 10.2 71.5 0.08 0.32
Trigo 88.0 10.2 2.9 83.6 0.02 0.42
Arroz (Casca) 92.0 3.0 44.0 13.0 0.10 0.07
Laranjas (Casca) 89.0 9.0 9.0 87.0 0.70 0.11
Colza (torta) 90.0 42.0 13.0 69.0 0.30 0.60

GLOSSÁRIO

RC = Resíduos Maltados de cervejarias – Cevada
RUC = Resíduos úmidos de cervejarias
RDC = Resíduos desidratados de cervejarias
MS = Matéria seca
PB = Proteína bruta
FB = Fibra Bruta
NDT = Nutrientes digestíveis totais

UTILIZAÇÃO

Usado tradicionalmente para alimentação de gado bovino ou de forma experimental em outros tipos de criação tais como aves, suínos e peixes entre outros, o bagaço de cevada tem demonstrado o seu potencial com aumento de produção, redução de custos e conseqüente aumento nos lucros.
Para cada espécie ou raça em particular a utilização deverá ser avaliada de acordo com as finalidades e necessidades do rebanho a fim de estabelecer quais quantidades e composições apresentam os melhores custos X benefícios.

BOVINOS

São inúmeros os relatos de aumento de peso X custo para gado de corte quando da substituição de partes dos concentrados alimentares e partes dos volumosos por bagaço de cevada em proporções que chegam a ultrapassar 50%.
A produção de leite em quantidade e teor de gordura, tem considerável aumento com a utilização de bagaço de malte no composto da ração, convertendo em lucros os ganhos de custo, em média 30% menores.

Entre os principais benefícios para o gado destacamos:

  • É alimento de excelente característica bromatológica e elevada digestibilidade da matéria seca (MS).
  • É regulador das funções ruminais pelo seu poder tampão sobre o pH.
  • Tem alta palatabilidade, elevando assim os níveis de ingestão diários.
  • Permite elevação imediata nos níveis produtivos com ótimas taxas de conversão alimentar.
  • Promove aumento no vigor reprodutivo do rebalho.
  • Confere aparência saudável ao aspecto físico dos animais.
  • Possui baixo custo relativo de mercado na composição das rações.
  • Possibilita sua ensilagem na propriedade, evitando a sazonalidade e os riscos da produção de alimentos.

AVES

Experiências têm demostrado que o bagaço de malte desidratado(RDC) com aproximadamente 90% de matéria seca (MS) pode participar em até 10% da composição das rações para frangos de corte.
Neste caso, o custo atraente do bagaço de malte irá proporcionar significativos lucros ao produtor.

SUÍNOS

A utilização de cerca de 4% de bagaço de cevada na composição das ações para engorda de leitões tem demonstrado sua eficiência e os ganhos de produtividade traduzidos em lucros.
Outros experimentos estão sendo realizados com sucesso visando aumentar a participação do bagaço de cevada nas dietas dos suínos.

PISCICULTURA

A eficiência do bagaço de cevada tem sido comprovada, sendo em alguns casos utilizado como única fonte de alimentação para peixes.
Assim ocorre no Pesqueiro São Raimundo em Vitória do Mearim-MA que em uma fazenda de 105 hectares e 20 açudes, produz 600 toneladas/ano de Tambaquis e Corimbas, utilizando 10 toneladas dia de bagaço de cevada.
 

BAGAÇO DE CEVADA - HIDROLISADA E PELETIZADA

Em breve estaremos disponibilizando para venda o bagaço de malte hidrolisado e peletizado. Obtido por exclusivo processo industrial com patente depositada no INPI, permite ao produto aplicações ainda mais diversificadas.
Essa condição é conferida ao produtor pelo processo de hidrolisação, desidratação e peletização que além de eliminar os inconvenientes com a sazonalidade e as dificuldades com armazenamento, proporciona elevação de quantidade e qualidade das proteínas.
A solubilidade das proteínas alcança no produto desidratado pelo citado processo, índices até então não verificados, ultrapassando facilmente a 30% e podendo chegar próximo a faixa de 80%.
Temos verificado na produção de lotes piloto, a proteína bruta saltar de 25% no produto "in natura" para mais de 30% após o processo de secagem e ainda os índices de nutrientes digestíveis totais (NDT) ultrapassarem 83%.

CONCLUSÃO

Estamos ainda distantes de considerar apenas essas aplicações para o bagaço de malte proveniente dos processos de fabricação de cervejas em vista de suas potencialidades nutritivas.
De imediato podemos aproveitar os benefícios dos usos já comprovados, entretanto, o formulador de rações atento ao ganho de produtividade e redução de custos, saberá encontrar inúmeras outras aplicações.

 

CONSULTE NOSSOS TÉCNICOS